Como calcular a cubagem no transporte de cargas

cubagem

Aproveitar a capacidade máxima de cada caminhão utilizado no transporte rodoviário de cargas é sempre uma ação estratégica para as operações logísticas de qualquer empresa. Apesar de ser a melhor opção, essa estratégia não é viável quando as mercadorias são leves, mas ocupam um grande espaço ou quando são pequenas, mas apresentam um peso elevado. Para evitar prejuízos nesses casos, é necessário fazer o cálculo do frete com base na cubagem.

Para ilustrar o conceito, vamos imaginar um caminhão que possua capacidade para transportar 10 mil quilos de cargas, mas fica cheio com 500 quilos de mercadorias leves, como colchões, isopor, dentre outros. Nessa situação, realizar a cubagem auxilia a melhorar o planejamento da logística e a reduzir custos no transporte.

Por que fazer a cubagem?

A cubagem é  a relação entre o peso e espaço que uma mercadoria ocupa no caminhão, sendo muito utilizada para o cálculo do frete, já que este depende de uma combinação de fatores que inclui as dimensões e a área que vai ocupar em um veículo.

O grande objetivo da cubagem é auxiliar os gestores a aprimorarem o carregamento e distribuição de cargas de forma estratégica, reduzindo custos e garantindo um valor de frete justo para o consumidor final.

Além disso, a cubagem permite o melhor aproveitamento da capacidade de carga e da superfície disponível para garantir o equilíbrio entre peso físico e espaço. Consequentemente, os envios são consolidados de forma eficaz, evitando situações de sobrepeso, ociosidade e outros riscos que promovem o desperdício e o aumento dos gastos operacionais.

Como calcular a cubagem?

Para calcular a cubagem é preciso considerar o fator de cubagem para cada tipo de modal. Esse fator corresponde a um número que equivale ao peso ideal em relação a 1m³ dentro do veículo. O número para cada modal já é prefixado, sendo que os valores são os seguintes:

  • Rodoviário: 300 kg
  • Aéreo: 166,7 kg
  • Marítimo: 1.000 kg

No transporte de cargas fracionadas, como não é possível ocupar todo o espaço disponível no veículo, geralmente considera-se um fator de cubagem menor, equivalente a 250 kg. Com esses números em mãos é hora de calcular o peso cubado, que é o valor que representa o espaço que a carga realmente ocupa no veículo.

Para realizar o cálculo, é preciso multiplicar a metragem cúbica (altura x largura x comprimento) do veículo pelo fator de cubagem. Vamos entender melhor na prática?

Suponhamos que o peso total da mercadoria a ser transportada seja de 1.500 kg, sendo composta por 3 caixas que possuem 2 metros de largura, 2 metros de altura e 2 metros de comprimento cada uma. Nesse caso, cada caixa ocupa 8m²; multiplicando pelo número de caixas (3), a mercadoria ocupa um volume total de 24 m³.

Para transformar esse valor em peso, é necessário multiplicá-lo pelo fator de cubagem do transporte rodoviário. Assim, 24 x 300 = 7.200 kg. Ao final do cálculo, concluímos que essa mercadoria que pesa 1.500 kg acaba ocupando o espaço de 7.200 kg dentro do caminhão. 

Como a cubagem afeta o cálculo do frete?

No exemplo citado acima, o valor do frete cobrado no transporte deve ser feito com base no peso cubado de 7.200 kg. Se o cálculo fosse feito somente de acordo com as dimensões de uma carga ou seu peso, o valor seria muito inferior à precificação correta, o que acarretaria prejuízos à empresa.

Dessa forma, a cubagem é essencial para que o valor do frete seja justo e não cause cobranças indevidas ao cliente nem prejuízos financeiros à empresa responsável pelo transporte. É importante ressaltar que existe uma série de outras taxas e impostos que também devem ser consideradas no cálculo do frete, como o ICMS e o ISS, além de considerar fatores como:

  • Distância
  • Características do produto;
  • Despesas operacionais;
  • Margem de lucro.

O cálculo da cubagem pode ser realizado manualmente, mas para garantir maior eficácia e evitar falhas o ideal é utilizar um sistema que faça o cálculo de maneira automatizada. Assim, é possível ter mais segurança, agilidade e assertividade para calcular a cubagem de cada carga a ser transportada. 

Gostou das nossas dicas? Continue nos acompanhando no Facebook e Instagram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *