Por que adotar a logística integrada em suas operações?

logística integrada

A logística integrada é uma estratégia essencial para garantir cadeias de abastecimento flexíveis. Tudo está interligado – recursos, mercadorias, informações, operadores e departamentos – com um objetivo muito claro: entregar os pedidos aos clientes no menor tempo possível.

Esse novo conceito se espalhou a ponto de substituir o tradicional conceito de logística, afinal as operações logísticas devem ir muito além do manuseio de materiais e mercadorias. Continue a leitura e saiba por que você deve adotar a logística integrada em sua gestão!

O que é logística integrada?

A logística integrada é definida como uma organização da cadeia de suprimentos e um modelo de negócios em que departamentos, processos, recursos e fluxos são coordenados para que todos operem na mesma direção.

A logística é um processo interdepartamental, ou seja, envolve praticamente todos os departamentos de uma empresa. Quando eles trabalham em sincronia, as operações são muito mais contínuas e os pedidos, portanto, podem ser despachados mais rapidamente.

O conceito de logística integrada surgiu em resposta à evolução do mercado. Mudanças na demanda e surgimento de concorrentes obrigaram as empresas a buscar fórmulas que otimizassem suas operações, acelerassem os ciclos e minimizassem custos. 

A coordenação entre os diversos departamentos que compõem uma organização permite ter operações flexíveis e ágeis que a ajudam a responder com rapidez e precisão às novas tendências.

A logística integrada é especialmente útil para superar as dificuldades do varejo omnicanal: grande quantidade de pedidos de vários tamanhos, compostos de poucos itens e com entrega em 24 horas.

Vantagens da logística integrada

A logística integrada, quando bem planejada e executada, oferece uma série de vantagens competitivas para as empresas. Confira as principais:

Maior velocidade: eliminar obstáculos e maximizar operações que agregam mais valor na fabricação dos produtos resulta em agilidade. A logística integrada também permite que você atenda às necessidades dos clientes – bem como incidentes e problemas – em menos tempo.

Competitividade empresarial: com sistemas de logística fortes e integrados, as empresas ganham mais competitividade e, portanto, podem se expandir e explorar novos mercados com sucesso.

Custos mais baixos: conhecer os processos da cadeia de abastecimento é vital para implementar medidas de melhoria e otimizar qualquer tipo de processo. Como resultado, é possível reduzir custos de logística.

Maior flexibilidade: graças à logística integrada, as empresas podem se adaptar mais facilmente às necessidades e demandas do mercado.

Gerenciamento de estoque eficiente: quando os departamentos compartilham todas as informações, a gestão de estoque fica muito mais eficiente. Dessa forma, as empresas têm apenas os itens de que precisam para fornecer o serviço.

Como implantar a logística integrada em suas operações?

O primeiro passo para a adoção da logística integrada consiste na conscientização de todas as áreas da empresa. Os funcionários devem saber o que acontece, desde a fabricação de um produto até ele chegar ao cliente, para poder avaliar recursos e processos internos.

Em seguida, é necessário analisar fatores externos, como a concorrência, traçar possíveis cenários de crise e criar estratégias e alternativas que melhorem a competitividade. Confira alguns aspectos que devem ser considerados para a implementação da logística integrada!

Produto: a fabricação de cada item deve ser analisada para determinar se os recursos estão sendo suficientemente aproveitados, se a qualidade atende às expectativas do cliente e se algum processo pode ser otimizado.

Comunicação: todos os departamentos devem se comunicar entre si para tomar as decisões corretas. Este ponto avalia como a comunicação é realizada e se é suave o suficiente.

Galpão de armazenamento: as instalações são importantes para todas as empresas. Por isso, é preciso otimizar a organização do espaço disponível, assim como bens e operações para gerar um impacto positivo na cadeia de abastecimento.

Transporte e entregas: é necessário examinar a distribuição e entrega do produto aos clientes e o tempo necessário para isso. Uma rede de distribuição eficiente garante agilidade nas operações logísticas e uma melhor imagem aos olhos dos clientes.

Demanda: a logística integrada implica não apenas no envio dos pedidos quando os clientes os solicitam, mas também na antecipação e preparação para enviar as encomendas com rapidez e no momento certo.

Tecnologia X Logística integrada

Os avanços tecnológicos têm fomentado a implantação da logística integrada nas organizações e uma boa comunicação entre os departamentos, conectando de forma otimizada os elos que compõem a cadeia de suprimentos.

Para colocar a logística integrada em prática, muitas empresas utilizam o ERP (enterprise resource planning) como forma de organizar seus diversos processos de negócios. Esses sistemas possuem um banco de dados compartilhado por todos os departamentos, o que permite maior integração entre todas as atividades logísticas.

Além disso, também é aconselhável implantar um sistema de gerenciamento de warehouse (WMS) para controlar de forma mais eficaz os fluxos de warehouse.

Os WMSs coletam dados sobre procedimentos e supervisionam e otimizam tudo o que ocorre ao longo da cadeia de abastecimento. Este software deve estar integrado ao sistema ERP para que os departamentos da empresa possam acessar e compartilhar informações.

 

Continue nos acompanhando no Facebook e Instagram para ficar por dentro de todas as novidades. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *