Saiba como escolher um galpão industrial para sua empresa

galpão industrial

Muito mais do que simplesmente armazenar produtos, o galpão industrial é um elemento estratégico e fundamental para a logística de uma empresa, garantindo a otimização de diversos processos logísticos e contribuindo para que o negócio cresça de maneira sustentável. 

A escolha do galpão industrial ideal para seu negócio deve ser feita com base em estudo de mercado e levantamento das reais necessidades de armazenamento da empresa. Os gestores logísticos precisam ficar atentos a pequenos detalhes que podem impactar diretamente a logística empresarial.

Para escolher o galpão ideal, é preciso conhecer o modelo que mais se adapta a sua realidade e levar em conta alguns critérios que fazem toda a diferença para aumentar os resultados de uma empresa. Nós vamos te ajudar nessa missão. Confira!

Quais são os modelos de galpões industriais?

O primeiro passo para uma escolha assertiva é conhecer os modelos de galpões industriais disponíveis no mercado. Cada modelo possui suas características particulares e se adequam a um determinado tipo de indústria. Conheça os principais!

Galpão piramidal

Para empresas que precisam de espaços pequenos para armazenagem, o galpão piramidal pode ser o mais indicado. Com uma área de até 225m², esse galpão é construído com tendas tensionadas e sua cobertura é pontuda, se assemelhando a um guarda-chuva.

A estrutura é montada com chapas de ferro ou sistemas tubulares que são fixados por meio de encaixes, conexões ou parafusos. A montagem do galpão piramidal é bastante rápida, porém é mais frágil se comparada à maioria dos outros modelos. 

Galpão com uma ou duas águas

Este modelo abrange grandes extensões de área coberta em um único pavimento e sua estrutura é composta por pórticos com espaçamentos regulares, sustentada sobre um sistema de terças, vigas ou tesouras, sendo ideal para a armazenagem de diversos produtos, desde agrícolas até industrializados.

O nome se dá devido a capacidade de arrumação das águas na cobertura, permitindo que algumas lajes ou peças da manta sejam feitas de material translúcido, aproveitando a luz solar no interior. 

Galpão shed

O galpão shed apresenta vãos simples ou múltiplos em sua cobertura, que é montada na forma de degraus para garantir iluminação e ventilação natural no espaço interno. Dessa maneira, diminui a umidade e o calor dentro do espaço, sendo indicado para empresas que possuem produtos que sofrem danos facilmente devido a agentes externos. 

Também é bastante indicado para empresas que precisam de uma grande área para armazenagem, já que esse tipo de galpão costuma ter grandes extensões longitudinais e transversais. 

Galpão de dois pisos

Além do nível de armazenamento, este modelo de galpão industrial permite a criação de um espaço superior. Normalmente, o piso superior é destinado à sala administrativa, banheiros, vestiários ou refeitório, por exemplo. A grande vantagem é que a gestão pode ser feita no mesmo local da armazenagem, com espaços delimitados para cada atividade.

Galpão em arco

Indicado para indústrias que se localizam em regiões muito chuvosas, o formato do galpão em arco permite o escoamento de água para as laterais, garantindo maior segurança ao local. Além disso, proporciona melhores condições de climatização, condensação e acústica.

Galpão inflável

Extremamente rápido e simples de ser montado, o galpão inflável é pensado para empresas que precisam armazenar o estoque em um período curto ou para aquelas que realizam deslocamentos constantes. Pode ser montado em ritmo de urgência, mas por não possuir estrutura metálica, acaba sendo mais frágil.

O que levar em conta na hora de escolher um galpão industrial?

Acertar na escolha do modelo ideal de galpão é uma importante etapa para o sucesso da logística de seu negócio, mas existem outros fatores que também devem ser levados em conta. Saiba quais são!

Localização

A localização é um dos principais critérios que devem ser considerados ao escolher um galpão industrial. É preciso que o galpão esteja situado a uma distância pequena da indústria, para que o transporte seja rápido, e, sobretudo, que esteja localizado em um ponto estratégico, de fácil acesso a malha rodoviária e próximo a pontos de distribuição.

Resistência do piso

O armazenamento de cargas geralmente é feito de maneira vertical, criando um grande peso sobre uma pequena área. Por isso, é importante que o piso tenha um alto grau de resistência. O ideal é que ele suporte até 6 toneladas por metro quadrado e, além da carga, suporte, também, a movimentação de empilhadeiras e outras máquinas.

Pé-direito alto

O pé-direito trata-se da distância entre o piso e o teto. Essa altura deve ser de 10 a 15 metros, para assegurar que a acomodação das mercadorias seja feita de forma prática e segura. A boa verticalização do galpão também permite que mais cargas sejam armazenadas em um pequeno espaço, além de aumentar a ventilação e dispersão térmica no local.

Cross-docking

O sistema de cross-docking permite que as mercadorias entrem por um lado e saiam por outro espaço, o que ajuda a diminuir e otimizar o tempo de circulação dos itens dentro do galpão. É uma importante estratégia que contribui para otimizar a logística do negócio.

Espaço para tráfego de veículos

Em locais onde estão instalados galpões industriais, é comum que haja grande movimentação de veículos, principalmente caminhões. Para que eles possam circular de maneira rápida e organizada, é importante criar espaços adequados para o tráfego, bem como estacionamento e áreas de fácil acesso para entrada e saída do local.

Segurança

A segurança, tanto das mercadorias quanto da equipe, deve ser prioridade ao escolher um galpão industrial. O local precisa ser capaz de minimizar os riscos de acidentes como inundações, incêndios, furtos e roubos de mercadorias. Para isso, é importante que haja  portas corta-fogo, sprinklers, câmeras de segurança e guarita 24 horas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *