7 dicas para otimizar o controle de estoque em um galpão logístico

controle de estoque

Muito mais do que apenas uma tarefa operacional, o controle de estoque desempenha um papel estratégico para as organizações. O gerenciamento eficaz contribui para aumentar a produtividade dos colaboradores, reduzir custos, otimizar processos e trazer muito mais praticidade nas movimentações internas de insumos e mercadorias.

Apesar de ser uma tarefa complexa, com as estratégias e ferramentas corretas é possível otimizar o controle de estoque e eliminar possíveis gargalos que podem comprometer a competitividade da sua empresa. Para te ajudar nessa missão, separamos 7 dicas eficazes capazes de melhorar os processos relacionados ao controle de estoque. Confira!

Melhore o aproveitamento de espaço

O layout do galpão logístico pode fazer toda a diferença no gerenciamento de estoque. Alocar o espaço certo para atividades-chave e projetar o layout para se adequar aos seus produtos e fluxo de trabalho operacional é um grande facilitador das atividades que ocorrem no local.

Se você não conseguir alocar espaço suficiente para receber mercadorias, poderá sofrer erros durante o recebimento do estoque comprado desde o início. O espaço insuficiente causará dificuldade quando os funcionários tentarem contabilizar o estoque. As entregas podem ser confundidas ou registradas incorretamente, por exemplo. Portanto, certifique-se de que o espaço é adequado para todas as operações.

Tenha uma movimentação estratégica

A melhor maneira de otimizar a eficiência e a precisão da coleta é através da racionalização dos locais de coleta. Ao organizar seus locais de separação, certifique-se de que seus produtos sejam mantidos separados, criando locais específicos para cada item de estoque. Para isso, é importante:

  • Planejar os locais de armazenamento em relação à velocidade do produto ou frequência de coleta e envio.
  • Armazenar os itens com maior movimentação nos locais mais fáceis de escolher e reabastecer.
  • Considerar um local de separação específico para itens de alto volume.
  • Acondicionar itens maiores e de alta frequência em paletes fáceis de reabastecer e itens pequenos de baixa frequência em caixas pequenas com alturas facilmente acessíveis.

Aposte em etiquetas identificadoras

O controle de estoque também pode ser otimizado com o uso de etiquetas aplicadas aos insumos e mercadorias antes mesmo de serem movidos para o galpão logístico. Etiquetas claras facilitam a identificação do produto, a movimentação, a coleta e o envio para os colaboradores, o que por sua vez os ajudará a reduzir erros.

Vale a pena, também, produzir etiquetas com códigos de barras. O código permitirá a identificação por meio de um scanner e possibilita a captura de dados para movimentos de estoque usando um sistema de gerenciamento de estoque. Por fim, é importante garantir que as prateleiras e outros locais do galpão sejam claramente identificados.

Use contagem cíclica

Em algum momento do seu negócio, geralmente uma vez por ano, é necessário realizar uma contagem de estoque em larga escala. Normalmente, isso é motivado por registros contábeis e fiscais de fim de ano. Embora uma auditoria anual de estoque seja uma boa prática e o ajude a avaliar os números do seu estoque, aumentar a frequência de contagem ajuda a melhorar a eficiência em suas operações.

Manter os níveis de estoque precisos é vital para fornecer aos clientes um alto nível de serviço. Uma maneira de conseguir isso é com contagens cíclicas regulares. Ao realizar contagens regulares de seu estoque, você pode identificar erros e corrigi-los com mais frequência, além de investigar as causas e tomar medidas estratégicas para eliminá-las.

Defina o estoque ideal

A otimização do gerenciamento de estoque pode começar com uma compreensão detalhada do que é estoque de segurança, estoque de reposição e estoque excessivo ou obsoleto. Analise seu histórico de vendas e atendimento de pedidos para avaliar a precisão das previsões, tempos médios de entrega e nível de serviço para determinar os níveis ideais de estoque.

Além disso, vale a pena contar com uma equipe multifuncional. Colaboradores de diferentes funções podem oferecer insights e colaborar para avaliar custos/benefícios e alinhar os níveis de estoque ideais. A colaboração pode levar a soluções como melhores previsões, tempos de entrega reduzidos do fornecedor, entregas mais frequentes e melhor análise da causa raiz do estoque em excesso.

Invista em um software

Para otimizar o controle de estoque, invista em um software de gerenciamento de estoque que permita registrar entradas e saídas, gerenciar a localização de produtos e movimentações dentro do galpão. 

Um bom sistema de gerenciamento de estoque gera automaticamente notificações de reabastecimento. Outras características de um bom sistema de gerenciamento de estoque incluem:

  • Gestão de pedidos;
  • Gerenciamento de catálogo;
  • Produção;
  • Compra.

Treine seus colaboradores

Por mais que você seja o gestor, o controle de estoque não é feito de maneira isolada. Como os colaboradores estão na rotina da movimentação de estoque, é válido fornecer treinamentos e capacitações a seus funcionários.

Baseando seu treinamento nas melhores práticas internas, seus colaboradores poderão trabalhar de forma mais produtiva e eficiente. E ao ter uma equipe experiente, você pode garantir que sua força de trabalho mantenha um estoque de depósito devidamente organizado.

 

Siga-nos no Facebook e Instagram para acompanhar nossas atualizações sobre o universo da logística.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *